Pessoas com obesidade têm satisfação maior com comida?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Em um estudo recente publicado no final de julho, pesquisadores se propuseram a avaliar se o grau de satisfação que obtemos ao comer pode explicar por que algumas pessoas comem mais que outras.

Pacientes com obesidade apresentaram maiores taxas de satisfação ao iniciar um lanche, enquanto que a diminuição da satisfação (que normalmente acontece no decorrer da refeição) ocorreu em uma taxa menor, comparado a pessoas de peso normal ou com sobrepeso.

O estudo contou com 290 adultos. Foram dados aos participantes porções de chocolate, de cada vez, até que eles decidissem parar de comer espontaneamente. Os participantes preencheram questionários a respeito. Metade dos participantes recebeu informação nutricional sobre o chocolate oferecido.

De uma forma geral, a percepção do sabor do chocolate diminuiu a cada pedaço (afinal, o primeiro pedaço de chocolate sempre nos é mais saboroso). As percepções do sabor não diferiram entre participantes de peso normal e sobrepeso. Mas, nos pacientes com obesidade, a percepção inicial do sabor foi mais intensa, assim como diminuiu mais lentamente conforme eles comiam, em comparação aos outros participantes.

Um dado interessante é que a fome reportada antes de iniciar o experimento afetou a percepção do sabor do chocolate, mas o fornecimento de informações sobre o valor do chocolate, não.

Importante ressaltar que o estudo só utilizou chocolate. Não podemos extrapolar para outros alimentos. Além disso, não podemos concluir se o aumento do peso se dá por alterações na percepção do sabor ou se a obesidade leva a essas alterações. Mais estudos são necessários.

Fonte: Variations in Marginal Taste Perception by Body Mass Index Classification: A Randomized Controlled Trial. Miller, Aaron C. et al.

Dr. Luiz Viola

Participe! Deixe um comentário.

Assine nossa newsletter

Se cadastre e receba conteúdos relevantes por email.