Câncer de tireoide

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

O câncer da tireoide é o mais comum da região da cabeça e pescoço e afeta três vezes mais as mulheres do que os homens.  Pela mais recente estimativa brasileira (2018), é o quinto tumor mais frequente em mulheres nas regiões Sudeste e Nordeste (sem considerar o câncer de pele não-melanoma).

📈O que aumenta o risco?

– História de irradiação ☢ (ter sido submetido à radioterapia) do pescoço, mesmo em baixas doses

– História familiar de câncer da tireoide

– Associação com dietas pobres em iodo .

🚩A presença de um nódulo na tireoide, glândula localizada na região anterior baixa do pescoço, normalmente não é indicação de câncer. Entretanto, a ocorrência de nódulo tireoidiano em pacientes com história de irradiação prévia do pescoço (que já foram submetidos à radioterapia) ou história familiar de câncer da tireoide é considerado suspeito.

👉Nódulos tireoideanos que apresentam crescimento rápido também são mais suspeitos de serem malignos.

👉Nódulo tireoidiano, associado à linfonodomegalia cervical (gânglios linfáticos aumentados no pescoço) e/ou à rouquidão, pode ser indicação de um tumor maligno.

📎: Instituto Nacional do Câncer (INCA).

Se você tem dúvidas, converse com seu Endocrinologista! 👨‍⚕️

Dr. Luiz Viola

Participe! Deixe um comentário.

Assine nossa newsletter

Se cadastre e receba conteúdos relevantes por email.